Pet Virtual

07 mai Comentários

A obesidade em Pets

A obesidade é uma doença que pode ser definida como um excesso de gordura corporal que é suficiente para prejudicar a saúde, o bem-estar e qualidade de vida. Nas pessoas, esta é geralmente reconhecido como 20-25 por cento acima do peso corporal ideal. O grau de obesidade, que prejudica a saúde, bem-estar e qualidade de vida em animais de estimação não tenham sido bem definidos e pode variar entre os indivíduos. No entanto, é mais provável que seja semelhante à observada em humanos.

Por causa do estilo de vida de seus proprietários e por viver cada dia mais em ambientes confinados, sem uma alimentação balanceada, os pets começaram a desenvolver obesidade. Além desses fatores, a falta de atividade física e a castração ajudam nesse processo. Eles não têm noção do perigo e das restrições à saúde provocadas pela obesidade, cabe aos donos fazer esse controle alimentar e incentivar a atividade física.
É essencial fazer o controle do peso do animal para evitar problemas decorrentes do ganho de peso e obesidade, como diabetes, pancreatite, distúrbios respiratórios, dores articulares, problemas de coluna, dificuldade de reprodução etc. Muitos veterinários sugerem que tal controle seja feito a partir do primeiro ou segundo ano de idade. Animais castrados devem receber maior atenção, pois tendem a ganhar peso mais fácil.

O dono precisa convencer-se do estado de obesidade de seu animal de estimação (a imagem de que um animal gordo é um animal bem tratado é coisa do passado).

Seguir rigorosamente as indicações do fabricante quanto à quantidade de ração a ser fornecida. Fracionando a ração ao longo do dia para que o animal de estimação tenha sempre a sensação de estar saciado, por exemplo, em vez de dar 300g de uma só vez, fornecer 3 refeições de 100g

Petiscos não são alimentos completos para seu pet. Foram criados para serem dados durante o treinamento, como prêmios, como um incentivo ao aprendizado ou como um simples agrado (em casa ou durante um passeio). Dar exageradamente não é o melhor jeito de deixá-lo feliz.

Fazer com que pratique exercícios regularmente é a melhor maneira de manter a saúde de seu pet, pois alem de consumir as calorias acumuladas, auxiliará também a evitar o sedentarismo e o stress.

Fazendo essas mudanças vão ajudar a evitar que o seu animal de estimação de ganhar excesso de gordura corporal e manter seu animal saudável e feliz. Mas se apesar de todas estas mudanças ele continuar com excesso de gordura, convém estabelecer um programa preciso de emagrecimento junto ao veterinário que o trata. Este poderá utilizar alimentos dietéticos industrializados ou indicar uma dieta caseira.

Lembre-se que todos os animais de estimação (e não apenas cães e gatos) podem tornar-se obesos.

Compare se seu pet está com a massa corporal ideal.


Nenhum comentário em “A obesidade em Pets”

Comente